Em outras praias

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

DECORAÇÃO INFANTIL: QUE CUIDADOS TER NA HORA DE MONTAR O QUARTO DO BEBÊ?

  Fonte: Na Telinha

DECORAÇÃO INFANTIL: QUE CUIDADOS TER NA HORA DE MONTAR O QUARTO DO BEBÊ?  

Esperar um bebê é viver de expectativas, e não apenas sobre como será a sua chegada, mas também sobre como ficará a decoração do quarto do seu filhote. Além de criar um espaço bonito e aconchegante, os pais também precisam ter atenção quanto a segurança e o conforto da criança. Combinar tudo isso, às vezes, pode ser um desafio bastante grande. Por isso, para ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas e também cuidados sobre como decorar o quarto do bebê.

PLANEJE BEM O CÔMODO


- Fonte: Housing Interiores Decorações

Antes mesmo de colocar a mão na massa (ou na tinta), há alguns cuidados e decisões muito importantes sobre a decoração do quarto do seu nenê. É essencial medir a área do quarto para, assim, se ter uma ideia do tamanho dos móveis que ficarão no ambiente (e quantos serão).

Fonte: Pinterest
Outra dica é planejar como será a disposição da mobília. Para ajudar, procure traçar uma linha reta entre a janela e a porta; essa é a área de maior circulação de ar do ambiente, portanto o berço não deve ficar nessa região. Deixe a cama encostada em uma parede lateral e os outros móveis encostados nas demais paredes, porque assim você maximiza o espaço de circulação do quarto – e, pode acreditar, isso vai facilitar muito a sua vida e também trazer mais segurança para o bebê.








Alguns itens importantes que você não deve esquecer são:

  • verificar se as janelas e portas estão funcionando corretamente (o ideal é que o cômodo não possua muitas delas, pois o abre e fecha pode incomodar o recém-nascido);
  • Instalar travas de segurança e telas de proteção, se necessário;
  • Verificar a parte elétrica à procura de fios desencapados e cubrir tomadas com protetores
  • optar, na hora de escolher o piso, por materiais antiderrapantes e que absorvam impacto, como o E.V.A..
Fonte: Jornal Planeta

Revista Zap Imóveis

Fonte: Playgrama











ESCOLHA OS MELHORES MÓVEIS

Depois de saber quanto de espaço há disponível no quarto e verificar que alguns cuidados de segurança e conforto foram tomados, é a hora de escolher os móveis! Embora esse momento geralmente crie bastante ansiedade – afinal, quem não adora comprar o que tem de melhor e mais bonito para o seu pequeno? –, é preciso ter foco. Lembre-se que o fundamental são berço, cômoda e uma poltrona para amamentar. Além desses, outros “itens extras” também são bem-vindos, como uma cesta para suporte e uma simples, mas muito prática lixeira.

Fonte: The Little Umbrella

Também é indicado optar por uma mobília feita sob medida (viu só como foi uma boa ideia medir a área do quarto?), porque isso garante que tudo ficará o mais agradável e ergonômico possível, trazendo qualidade de vida não apenas para a criança, mas também facilitando a movimentação dos pais ao cuidar dela. Caso isso não seja possível, não precisa se desesperar, basta pesquisar e encontrar móveis que se enquadrem na metragem do espaço da melhor forma possível.

Para garantir mais segurança para o bebê conforme ele for crescendo, você precisa ter atenção com algumas características dos móveis. Dê preferência para aqueles com superfícies o mais lisas e “clean” possíveis, com bordas arredondadas e que possuam travas nas gavetas e portas – tudo para evitar acidentes.

Fonte: Pinterest

Fonte: Baby Center
















OTIMIZE OS ESPAÇOS













 Fonte: Pinterest

Tanto em espaços mais compactos como em ambientes amplos, é sempre bacana ter móveis multifuncionais, como, por exemplo, uma cômoda que pode ser utilizada como trocador e uma poltrona reclinável que se torna uma cama auxiliar. Aproveitar ao máximo as possibilidades do ambiente para deixá-lo o mais prático e confortável possível é um dos grandes objetivos da decoração infantil e, para isso, uma boa dica é utilizar nichos e prateleiras.


Fonte: Pictaram



Fonte: Picssr

DEFINA UM ESTILO DE DECORAÇÃO


Agora, chegamos na parte do visual propriamente dito do quarto. Nessa hora vale, claro, soltar a imaginação. Você pode tanto optar por um tema geral (e aí a dica é escolher aqueles mais atemporais e abrangentes, como safári, zoológico, palhaços, entre outros) ou então  combinar elementos e cores. Aqui mesmo no blog você já viu dicas sobre como utilizar prateleiras na decoração de um ambiente infantil.

Fonte: Pinterest
Fonte: o Diário Infantil
Fonte: Pinteres
É importante estipular esse visual logo de início e com antecedência – quem já planejou um quarto para um bebê sabe como é difícil se decidir em meio a tantas ideias e possibilidades incríveis. Então, programe-se para já ter tudo decorado bem antes da chegada do seu filhote. Com relação à proteção e conforto dele, também existem alguns cuidados; olha só:

-       se possível, escolha cores neutras e pastéis para as paredes, porque trazem tranquilidade ao nenê. Deixe o colorido por conta de itens decorativos (como móveis, brinquedos etc);
Fonte: Quadro de Ideias

 
-       A tinta acrílica costuma ser a mais indicada porque resiste muito bem ao tempo e à umidade, além de não fazer mal para a criança;

Fonte: Guia da Semana


 -       Procure maximizar a iluminação natural durante ao dia e à noite deixe o ambiente escuro, contando apenas com um abajur ou luminária com luz fraca, para ajudar você a dar aquela espiadinha noturna no bebê sem acordá-lo;

Fonte: Decoração e Ideias

 
-       se a decoração conta com bichos de pelúcia, lembre-se de limpá-los com aspirador de pó todo o dia e com água e sabão uma vez por mês para evitar germes e bactérias.

Fonte: Bbel
            Com essas dicas você vai conseguir decorar o quarto do novo membro da sua família de uma forma muito prática, eficiente e estilosa, tendo a certeza de que o bebê terá o máximo de conforto e segurança em um espaço aconchegante e lindo!


Conteúdo escrito em parceria com a Tibério Construtora

Outros Posts

Carregando...