Em outras praias

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

[Convidadas] Um Jantar Romântico com Crianças

Obaaa, temos uma convidada!! A Rozi trabalhou comigo por anos e hoje é mãe da Lara de três anos e do Davi, de seis meses. Ela me procurou super sem jeito perguntando se poderia publicar o texto aqui no Loucura e fiquei super feliz em poder compartilhar com vocês o "causo" dela. Rozi, obrigada pela confiança!

Aí você faz aniversário e resolve jantar com o marido e as crianças num restaurante. Uma de 3 anos e outro de 6 meses.

A licença maternidade já acabou e você está de férias. Não aguenta mais usar sutiã de amamentação. São confortáveis e tal, mas nada sexy, convenhamos, né? Aí coloca um conjunto novo que ganhou da irmã, aliás todas elas, inclusive minha mãe, me deram de presente lindas lingeries. Não entendi muito, mas vai ver que era porque minha irmã vende e estava fazendo saldão.

Fiz até uma foto e mandei pro marido. Li em algumas revistas e blogs que o nude está em alta. Todo mundo manda nudes e tal. Resolvi no ato da insanidade mandar um semi nude. Claro que apaguei tudo depois e ele também. 13 anos de casamento, novidade, quem sabe!

Ah, ganhei flores do marido e um lindo cartão. Peso na consciência porque esqueceu nosso aniversário de casamento em Setembro. Eu recém parida, imaginem como sofri. Mas passou. Mas não esqueci. Rsrs



Bora jantar com o bando. Todos lindos.

Lara só pensa no bolo sorvete que falei que teria, AFF, essa minha boca aberta.

Pede a comida. A comida chega. Dou a primeira garfada e Lara fala: "mãe, quero fazer cocô". Aquilo soa como uma martelada, penso logo que ela pode segurar e tal, o pai pode levar, mas não, ela quer fazer cocô com a mãe, acho que eles pensam que é um troféu pra gente levá los pra fazer cocô. "Melhor eu levá -la logo, amor", pois ela já está se exaltando e as duas mesas ao lado já sabem que ela quer fazer cocô.

Saio da mesa elegantemente pisando pesado e vamos ao banheiro. Claro que ela não fez nada. Ela sempre faz isso. Ai ai

Voltamos e na porta do restaurante já ouço choro familiar. Sim, o Davi estava aos prantos no colo do pai. O pai amarelo já e todos olhando com pena do bebê. Pego o Davi e o choro cessa imediatamente, como um passe de mágica. Por que eles fazem isso?! Por que?! Dormiu.. ufa

A essa altura, a comida já estava gelada e ruim. Bora pro bolo sorvete né?! Vou me acabar nele.

Três mesas depois da nossa, atrás de uma pilastra, alguém também fazia aniversário. Cantam Parabéns loucamente e o Davi pula. Afago ele e imploro: "não acorda, não acorda". Vocês já devem até imaginar o restaurante que eu estava!

Peço pro garçom meu bolo sorvete cortesia, mas se e somente se nao tiver o parabéns. Ufa, não teve.

Lara se acaba na calda e eu no sorvete.

Em casa já com todos dormindo dou risada alto lembrando da tentativa do jantar romântico com dois bebês.

No final da noite senti a maior saudade do sutiã do amamentação. Ninguém merece sutiã de bojo e ferrinho no meio!

Gente, quem nunca passou por esse caos ao sair com as crianças? Por um tempo até desisti de sair pra evitar a fadiga hahahaha

E você também quiser enviar um texto para ser publicado aqui, mandei um e-mail para contato@loucuramaterna.com. Você pode inclusive pedir para não ser identificada no texto, tá?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!!

Outros Posts

Carregando...