quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Primeira Papinha

Ao descobrirmos a alergia da proteína do leite (APLV) a pediatra/gastro nos alertou que a introdução alimentar do Gustavo deveria ser lenta e com poucos alimentos de cada vez para verificarmos se a alergia seria “apenas” de leite.
Atrasamos um pouco mais a introdução do almoço/janta pq íamos viajar e não sabíamos como iam ser os almoços e jantas em outro país. Por mais que tivéssemos acesso aos mercados, ficamos com medo da contaminação cruzada. No começo da introdução alimentar comprei duas panelas, talheres e pratos para serem usadas somente para fazer a papinha dele. E por mais que não seja tão fora da realidade isto, explicar para as pessoas é complicado, pois podem achar frescura, que estamos exagerando ou até mesmo ficar com pena da criança.
E felizmente ser APLV não é o fim do mundo, é sim uma luta diária contra traços, contra rótulos de produtos incompletos, ligação a SAC das empresas, mas é perfeitamente possível e existem muitas substituições para o leite de vaca.
A introdução de frutinhas começou com uns 6 meses e foi bem complicada. Foi difícil por que querendo ou é complicado sair do leitinho único alimento para um mundo de novos sabores e texturas.
Lembro que João Pedro provou primeiro maça aos 4 meses e curtiu. Tivemos mais dificuldade mesmo na comida salgada. Nossa!!! Era tanto choro, que desespero!!! Pra que tanto choro. Quase desisti!!! Ainda bem que são poucos dias até eles pegarem gosto de comer.
Com Gustavo não foi diferente.
A primeira tentativa foi banana. Oh tristeza! Choradeira! Ele pegava a banana olhava, olhava... e depois colocava na boca, sentia o gosto e jogava longe a banana. E quando insistíamos colocando com colher na boca era pior.
Depois de alguns dias ele começou a comer super bem. Adora banana, tanto que vê na feira ou mercado banana e já aponta e quer pegar pra colocar na boca. Outra fruta que ele gosta muito é ameixa.



Ameixa geladinha ajudou muito quando os dentes começaram a nascer.
E sabe o que esqueci? Que a introdução alimentar também pode causar assaduras!!! Ai!! E o menino começou a ficar com a pele sensível, toda vermelha. Como eu não estava usando em todas as trocas de fraldas pomada anti assadura, passei a fazer isto imediatamente para evitar.
Quando começamos a introdução do almoço e jantar quase não tivemos dificuldade, ele aceitou bem. Só não curte muito beterraba, mas mesmo assim vou insistindo. E sem aparente nenhum outro tipo de alergia!!! A melhor parte!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigada pelo comentário!