Em outras praias

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Hábitos no trânsito

Estive em um evento da Michelin e CBF no final de abril.
O evento marcava o início da campanha #SaveKidsLives, que consiste em reduzir os acidentes de trânsito com crianças.





A cada quatro minutos no mundo, e a cada duas horas no Brasil, um criança morre por conta de um acidente de trânsito, além de tantas outras feridas e com danos permanentes.
A campanha consiste em assinar um manifesto no site: www.savekidslives2015.org para chamar a atenção das autoridades de todo mundo para incluir "Segurança no Trânsito" em suas agendas e discussões.



A CBF vai promover, em parceria com a Michelin, uma série de ações para dar visibilidade ao assunto como uma bola temática na primeira fase do campeonato Brasileiro, faixas carregadas pelos jogadores e estandes nas partidas.



Além disto, a campanha tem um embaixador de muito peso com as crianças o craque David Luiz!!!



Estive pensando em como posso mudar meus hábitos como motorista para diminuir acidentes.
Por exemplo, da minha casa ao trabalho são 3 quilômetros, que faço em 8 minutos. E na rua paralela a minha tem um comércio bem forte com mercados, farmácias, salões, restaurantes e lógico muito carro e faixas de pedestre.
Tem dias que simplesmente é impossível passar por lá sem se estressar pq tem sempre um apressadinho querendo cortar na frente jogando o carro em cima do meu e assim por diante.
Fiz uma uma experiência simples essa semana, e que vou manter. Deixei todos os carros que desejavam entrar na minha frente, parei para todos os pedestres passarem (o que aqui em SP não é hábito como em outras cidades do mundo) e sabe quanto tempo a mais no meu percurso? 1 minuto.
Sim, passei a cumprir com meu papel de cidadão, deixei de me estressar e gastei apenas mais um minuto.
Foi dificil? Custou alguma coisa? Não.
Só deixei os outros motoristas mega irritados, pq eles querem passar, não querem esperar,  mas acho que isto é o de menos.
Um minuto na minha vida de motorista pode mudar a vida de muitas pessoas, evitar acidentes.
E já tive me questionando pq não vou a pé trabalhar ou de ônibus tb. Aí pensei, refleti muito e vi que ainda não me sinto a vontade para andar este percurso pois tenho muito medo da violência. E querendo ou não, como já aconteceu comigo, ainda não me sinto a vontade para mudar este hábito.

Faça sua parte, abra mão de 1 minuto da sua vida pelo outro.
Assine o manifesto, compartilhe em suas redes sociais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!!

Outros Posts

Carregando...