Em outras praias

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Existe vida após a separação?


Perguntinha difícil essa, mas olha, já te respondo no primeiro parágrafo: existe sim! E ela é boa! Prestes a fazer três anos de separação, posso fazer uma avaliação de tudo que aconteceu nos últimos anos.

Foi a decisão mais complexa da minha vida, deixar quinze anos para trás não foi nada fácil, mas foi necessário. Eu tive ótimos momentos nesse período, tive um filho maravilhoso, que não existiria se fosse diferente, tudo pelo que passamos foi válido e necessário. Mas acabou e aos poucos eu fui me reconstruindo e me redescobrindo como pessoa solitária.

Eu vi pessoas me virando as costas, gente que frequentava a minha casa simplesmente se afastou porque eu não fazia mais parte do "modelo de família padrão". Eu vi olhares tortos, soube de coisas horríveis que falaram sobre mim. Há essa necessidade das pessoas julgarem e opinarem na vida dos outros. Já vão tarde. Mas algumas poucas pessoas ficaram ao meu lado e a elas eu sou muito grata por me aguentarem nessa bad trip.

Decisões que eu nunca imaginei ter que tomar sozinha agora são tomadas com certa facilidade, mas nem sempre foi assim. Eu me sentia muito perdida, desamparada mesmo e apesar de todo o apoio da família, eu sentia que estava vivendo em um universo paralelo, uma espécie de purgatório, onde tudo o que estava acontecendo era temporário. Isso não foi de uma hora pra outra, teve todo um processo doloroso de adaptação.

Com o tempo as coisas foram se ajustando. Tive um período financeiramente complexo, fiquei na vidaloka por uns bons meses. Mesmo de casa nova, não tinha tempo, dinheiro nem disposição para fazer nada nela, além do estritamente necessário. Foi mesmo um período de transição em que eu precisava botar minha cabeça no lugar. Felizmente a vida foi me mostrando os caminhos certos e hoje estou me sentindo muito bem, feliz e tranquila como há muito tempo não me sentia. Faltam alguns detalhes aqui ou ali, mas no geral eu seria ingrata se reclamasse de todas as oportunidades que se abriram pra mim.

A vida após a separação é difícil, é complicada, é dolorida, é confusa, mas é possível. Tem que ter força e perseverança que tudo dará certo. Eu consegui, nunca duvidei disso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!!

Outros Posts

Carregando...