Em outras praias

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Que Sorte a sua!

Que sorte que você teve um parto normal-domiciliar-na piscina-na rua-na chuva-na-fazenda!!

Que sorte que você amamentou exclusivamente até seis meses e depois seguiu em livre demanda até seu filho completar dois ou mais anos!!

Que sorte que você não trabalha fora e não precisou colocar seus filhos em uma creche aos quatro meses de idade!!

Que sorte que você pode dar apenas alimentos livres de açúcar, sal, sódio, glúten, lactose, chocolate e suco de caixinha!!

Que sorte que seu filho não assiste TV nem gosta da Galinha Pintadinha!
Você pode ter feito tudo isso aí em cima, maravilha! Mas há uma leve diferença entre fazer essas coisas e esfregar essas coisas na cara dos outros. Conheço os dois lados, a pessoa que teve parto normal e faz disso o seu maior troféu e a que teve parto normal e que sente o maior orgulho disso, mas que não se aproveita disso pra se sentir melhor do que ninguém. Olha a diferença, sacou?

Mas saiba que você é uma privilegiada! Você é a minoria dentre as milhares de mulheres brasileiras. E digo mais, isso não faz de você - por mais que algumas achem que sim - melhor mãe do que nenhuma outra...

A gente tem que ler assim "Fulana, você já marcou sua cesárea?" em puro tom de deboche, de alguém que se acha melhor que outra porque teve parto normal e a coitada da grávida assustada em repouso está dizendo que tem gravidez de risco. "Ahhhh, mas nada disso que você falou é indicação de cesárea!". P*rra, você também é médica agora? Parir lhe qualificou como Obstetra? Não né? "Mas eu li muito sobre o assunto, quero que as mulheres se empoderem e parem de ser enganadas". Ah tá, então seguindo sua lógica, se eu ler tudo sobre aviões, tudo mesmo, posso entrar em um avião e sair pilotando? Hum... imaginei que não.

"Ai, lá vem a Menas Main falar que faz o melhor que pode pelo seu filho". Olha eu pra você:



OK?



Um comentário:

Agradecemos o seu comentário!!

Outros Posts

Carregando...