sexta-feira, 16 de maio de 2014

Climão! "Por que você e meu pai não moram juntos?"


Em um domingo a noite, voltando pra casa, Dudu do nada disparou a pergunta:

"Por que você e meu pai não moram na mesma casa igual o Fulano?"

Instintivamente e não sei como, respondi na mesma hora:

"Filho, você tem duas casas, dois quartos, duas camas, olha que legal! O Fulano só tem uma casa, um quarto, uma cama!"

Respirei fundo. Engoli o choro e sobrevivi!

Como explicar para uma criança de quatro anos que seus pais não são casados como os primos, os amiguinhos da escola e o resto do mundo? Quatro anos é muito cedo pra qualquer explicação mais elaborada. Dudu é super próximo de mim e do pai, tomamos as decisões relativas a ele juntos e sei que ambos fazem o seu melhor. Dudu fica visivelmente feliz quando os três estão juntos, apesar de saber que ele não tem na memória os anos que moramos os três sob o mesmo teto, já que nos separamos quando ele tinha pouco mais de dois anos. Já viu as fotos do nosso casamento e como toda criança pergunta o porquê de não estar presente, mas ainda não faz a associação de que um dia já fomos uma família.

É complicado. Apesar de saber que eventualmente perguntas assim iam pipocar uma hora ou outra, confesso que não estava preparada para ouvir naquele momento e minha resposta foi tão rápida e tão improvisada, que colou e o menino aquietou. Depois disso, perguntas parecidas já foram disparadas por ele e aí tento responder na mesma linha pra manter o discurso. Não acho que devo nesse momento falar mais do que isso.

E o pior é que sei que essa é só a ponta do Iceberg. Haja fôlego pra tanto desafio, tanta pergunta. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigada pelo comentário!