sexta-feira, 21 de março de 2014

Brincar de carrinho estimula o desenvolvimento de múltiplas inteligências nas crianças

Brincar de carrinho é uma das diversões preferidas de garotos de todas as idades. A sensação de ultrapassar os limites da imaginação com velocidade e aventura faz com que eles se apaixonem pela imensidade de miniaturas radicais que existem por aí. Mas quem disse que brincar de carrinho é uma tarefa simples? Você sabia que esse tipo de brincadeira estimula não só as múltiplas inteligências da criança como também passa valores éticos e morais?

No Brasil, segundo um estudo da Mattel, as mães procuram para seus filhos brinquedos de qualidade e seguros, mas que também proporcionem diversão pura, faz de conta e distração. Para a terapeuta infantil Regiane Glashan, isso é muito positivo, já que os carrinhos e acessórios, além de se encaixarem nesses requisitos, ajudam no desenvolvimento psicomotor das crianças. É uma oportunidade para a criança crescer, conhecer o mundo do adulto, desenvolver sua fantasia, imaginação, criatividade, explorar seus sentimentos, desenvolver sua capacidade de concentração e atenção e nutrir sua vida interior.

“A criança que brinca é mais espontânea, esperta, se interessa pelo ambiente que a cerca e tem mais facilidade em aprender. Sua curiosidade é mais aguçada e seu relacionamento com as pessoas é natural. Os carrinhos estimulam a imaginação, desenvolvem habilidades básicas motoras finas, relações espaciais, reconhecimento de formas e cores e ensinam a relação de causa e efeito”, explica Regiane.

A mãe quando brinca de carrinho com seu filho mostra para ele formas diferentes de brincar. Ela, com seu jeito mais suave, dá um tom diferente, porém, não menos divertido. “Por exemplo, quando a mãe está numa disputa de carrinhos com seu filho, seu movimento corporal é diferente de um homem. A mulher tende a usar mais o espaço, fazer movimentos mais amplos e dar um colorido diferente à brincadeira”, conclui Regiane.

Segundo outra pesquisa feita pela Mattel nos EUA, 84% dos meninos ganham um carrinho antes dos três anos de idade. Para a Diretora de Marketing da Mattel do Brasil, Isabel Patrão, isso mostra que esse tipo de brincadeira é querido tanto pelas crianças, como pelos pais, e deve ser compartilhado por toda a família. “Estudos de neurociências mostram que estimular a brincadeira junto às crianças incrementa a habilidade física, a interação social, a criatividade, a segurança e a inteligência dos pequenos. Por isso queremos incentivar a participação, não só dos pais, mas também das mães, nessa diversão. Isso é essencial para que elas conheçam melhor seus filhos e as ajuda a entender o fascínio que eles têm pelas miniaturas, pistas e acessórios”, finaliza Isabel.

Sugestão de pauta enviada por: In Press Assessoria de Imprensa e Comunicação Estratégica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!!