terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Férias sem o filho... como lidar?


É sempre a mesma história! No início das férias, feriados prolongados ou períodos mais longos que o filho vai pra casa do pai é aquela choradeira... pera, que fique claro, a choradeira é minha, o moleque entra no elevador com a maior felicidade e ainda solta um "Tchau Mamãe, beijo me liga". Apesar de já estar nessa vida há quase dois anos, ainda fico mega chateada cada vez que Dudu vai passar mais que um final de semana na casa do pai. Choro, soluço, me jogo no sofá no melhor estilo Drama Queen. Não consigo evitar, toda vez acho que vai ser diferente e nunca é.

Ele em compensação passa dias agradáveis ao lado do pai, sei que o pai cuida bem, então fico tranquila em relação a isso. Ligo todo dia, tento falar com ele ou pelo menos com o pai pra saber se está tudo bem e assim vamos levando. Fico feliz sabendo que ele se diverte, pois apesar de ser criança, ele também tem uma rotina puxada de escola integral, então esses momentos de descanso são bem importantes pra ele. Ainda mais que agora que vamos trocá-lo de escola, ele precisa se desligar da antiga rotina para iniciar a nova, se afastar dos antigos amiguinhos, das tias, essas coisas.

E eu? Eu tento me distrair da maneira que dá. Nesse fim de ano sem filho saí com os amigos, dormi até mais tarde, fiquei com a família, trabalhei, nada de mais. Fiquei um pouco sozinha também, botei meus seriados em dia, dei uma destralhada de fim de ano na casa. Coisas que não faço se ele está comigo, já que a prioridade é e sempre será ele.

No fim das coisas esse "tempo" que a gente dá do outro é positivo, apesar da saudade apertar e até doer. Mas o reencontro é tão, mas tão gostoso que também choro, mas de alegria. A gente se abraça, conversa um monte e não se desgruda um minuto. Apesar dele ainda não expressar claramente com palavras que estava com saudades, vejo no rosto dele o quanto ele está feliz em me ver e vê-lo todo contente contando como se divertiu nas férias pra mim vale mais que o mundo.

Esse modelo não tradicional de família que temos não é o ideal, mas tem funcionado bem, pois se ele está bem, estamos felizes. Vamos em frente! 

4 comentários:

  1. Dudu está tão moço!
    E não existe mais isso de familia tradicional, as configurações são diversas... bom é saber que ele está bem! e vc tb!!
    beijao e ótimo 2014
    Lele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos bem sim, tem dias mais fáceis e outros mais difíceis, mas o saldo é positivo e isso é o que importa né?
      Brigada Lele, feliz 2014 pra vc e pra família!!

      Excluir
  2. eu fiquei 2 dias longe do Pedro nas férias.. no reencontro parecia uma cena de resgate de sequestro ... do tanto q chorei!

    dificil

    mas o importante e q cada experiência desta para eles traz muitas coisas boas para todos

    bjs Angelica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA Angels, você é demais, morri de rir! Sim, traz coisas boas, mas que dureza lidar com isso né?

      Bjão

      Excluir

obrigada pelo comentário!