sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Filho imaginário

Logo o exame de gravidez dá positivo e você começa a imaginar como será esta criança, o nome que ele (a) vai ter, que características terá, com quem se parecerá e etc.
Durante a gravidez, a futura mamãe se projeta nele através de seus sonhos, desejos e ambições. Ela cria uma criança ideal e perfeita pra ela! E isso é super normal.
Mas algumas vezes, idealizar o filho impecável traz dor e dificuldades, pois pode acontecer do bebê desapontar a mãe: ela esperava ter uma menina e é um menino, ou o aspecto físico do bebezinho é muito diferente do que ela imaginava ou sonhava. A criança nem nasceu e já tem que atender a uma série de expectativas.
Meu conselho para estas mães ou pais que por alguma razão se frustram ao ter seu filho nos braços é: não substitua o seu filho REAL pelo IMAGINÁRIO! Não somos pais por encomenda! Ame seu filho da maneira que ele é e agradeça a oportunidade de tê-lo ao seu lado todos os dias de sua vida. Filho não deve ser feito para saciar desejos e sonhos e sim para ser amado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!!