segunda-feira, 1 de abril de 2013

Mentirosa é a mãe!



Ninguém assume que mente, embora faça isso mais de duzentas vezes por dia, como apontam alguns estudos. Em algumas tradições e culturas, mentir é pecado, talvez por isso seja tão difícil admitir.

A fim de se evitar conflitos e garantir nossa boa convivência em grupo, existem razões morais em que a mentira é tolerada. Mentir faz parte da natureza humana. Todo mundo mente, já mentiu ou ainda vai mentir. Mentimos todos os dias, pelas mais diferentes razões.

Nossa tolerância aos tipos de mentira é proporcional à má-fé sob a qual ela foi inventada. Mentir pelo bem de uma pessoa é aceitável. Mentir para prejudicar alguém pode ser considerado crime. Se não fosse pelas balelas, as crianças não tomariam remédios, os casamentos não se consumariam nem no altar, não existiria a publicidade, as pessoas seriam inconvenientemente sinceras e, convenhamos, assim o mundo seria muito mais chato.

Mentimos para dizer ao vizinho que “está tudo bem, e você?”, para dizer ao pedinte que não temos um trocado, para o marido com a velha desculpa da dor de cabeça, para as amigas ao dizer que emagrecemos sem esforço algum, quando na verdade estamos num regime brabo de 4 meses, mentimos para os filhos para dizer que acabou.

Aliás, eis um ser que mente, burla, omite, engana, sem pudor, à luz do dia: a mãe!
 

Ora, mas as mães são tão puras e sinceras, donas daquilo que chamamos amor verdadeiro. Entretanto, para sustentar tanta autenticidade, elas precisam mentir. Mentir para os filhos, para os outros e para si mesmas.

Feliz (?) Dia da Mentira!



Mãe Mentirosa, sumida das redes sociais, topou publicar seu texto para as segundas das convidadas. Mande seu texto também!

E acompanhe em nossa fanpage, durante toda a semana, as maiores mentiras de mãe.

4 comentários:

  1. Adorei o Texto, estamos na fase do politicamente correto, mas há mais mentira do que na política? Mentiroso é quem diz que não mente, o importante é saber o por quê da mentira, a intenção. Nem sempre dá pra falar a verdade. Como você citou o exemplo, eu não gosto que meu filho coma muito chocolate, mas enquanto tem ele come, então minto sim que acabou! E não sinto culpa por isso. rsrsrs bjussssssss

    ResponderExcluir
  2. Toda mãe é mentirosa e isso não é pecado não. Faz parte do job description

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a Thata! Mãe precisa ser mentirosa... heheh
    mentirinha do bem vai?
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto!!!!

    e concordo muito.. todos os dias precisamos inventar e nos reinventar.. até na hora de responder o habitual, tudo bem com vc?!!

    bj

    ResponderExcluir

Agradecemos o seu comentário!!