quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Dia da Amamentação

Muito se fala em amamentação, em cuidados com os seios, alimentação para esta fase da vida do bebê.

Recebemos um texto bem interessante do site Sem Excessos sobre gravidez/amamentação e sua relação com as bebidas alcoólicas.



Vamos ler?


Gravidez e bebida alcoólica não combinam de jeito nenhum. Os especialistas indicam que não existem níveis tolerados para o consumo de bebida alcoólica durante o período de gestação, principalmente, nos primeiros três meses. O álcool tem passagem livre pela placenta e o bebê, ainda em formação, metaboliza duas vezes mais lentamente a substância que o fígado da sua mãe. Consequentemente, a bebida alcoólica permanece por mais tempo no organismo da criança.

Na fase gestacional, a ingestão de bebidas alcoólicas aumenta os riscos de complicações da gravidez, como aborto espontâneo e trabalho de parto prematuro. “Gestantes que consomem bebidas alcoólicas durante a gravidez, próximo ao parto, por exemplo, podem ter problemas com o hormônio antidiurético e ter uma gestação prolongada indevidamente”, explica o doutor Roberto Theodósio, obstetra da Clínica Vialis de Florianópolis (SC). Além disso, ao nascer, o bebê pode estar com peso abaixo do normal, ter perda de visão e audição.

Por todos esses motivos, a futura mamãe deve zelar por si e por seu bebê, evitando o consumo de bebida alcoólica durante os nove meses de gestação e por toda a amamentação. O médico obstetra ainda aconselha que “manter um ritmo de vida consciente, alimentação saudável, praticar atividade física são a melhor maneira de se integrar com este período”.

Mais informações no site Aleitamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigada pelo comentário!