segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Convidade Especial: SER TENTANTE – POR POLIANA CANHA

Meu desejo de ser mãe começou muitos anos antes da maioria das mulheres, aos 15 anos, em virtude da negativa em relação à minha fertilidade. O tempo passou, e hoje depois de casada retomei esse sonho e por meio de diversos exames e consultas médicas constatou-se algumas possibilidades com ajuda de tratamentos. Indenpedente do meu histórico, atualmente milhares de mulheres nutrem esse desejo: Ser mãe! Para a maioria é de fácil concretização e muitas vezes não esperado, mas diversas mulheres acabam entrando no time das tentantes/treinantes. Mas afinal, o que é ser tentante?

Tentantes são mulheres em busca da tão sonhada maternidade! Ficamos ligadas nos ciclos menstruais, medimos temperaturas, observamos o muco, e falamos muito, sobre coisas que passada esta fase até nos envergonharíamos de falar.

A cada negativo, a cada uma única listrinha, passamos por um tsunami de emoções, indo da euforia à depressão, da expectativa ao descrédito, e aí mais um ciclo começa e vivemos tudo isso denovo, mês a mês, ciclo à ciclo em busca de um objetivo maior: Um Positivo!!

Segundo os médicos e especialistas considera-se que os treinos possam durar por um período de aproximadamente 1 ano, após isso é aconselhável procurar ajuda. Muitas treinantes vivem esta situação por meses, semestres e até anos, e dentro deste tempo podem ser acometidas por diversos diagnósticos e passar por tratamentos.

Além dos problemas físicos, as tentantes podem passar por abalos psicológicos, ansiedade, angústia, depressão e em alguns casos até desistir do sonho. Mas, um dia você tentante vai ver a palavra mais linda e esperada num papel de laboratório: POSITIVO! Vai ver a tão sonhada segunda listrinha!!

O seu dia vai chegar e o meu também, e neste momento poderemos realizar nosso maior sonho: Sermos chamadas de MÃE!


Boa sorte tentantes!

5 comentários:

  1. Esses depoimentos são muito importantes para encorajar as mamães tentantes que por vezes se sentem desanimadas...
    A Poliana tem blog?
    Bjus, Genis

    ResponderExcluir
  2. Poliana, obrigada por compartilhar sua história aqui.
    Desejo toda a sorte do mundo nesse processo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Boa sorte Poli, e obrigada pelo depoimento!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada meninas!! E um processo doloroso, mas as mamães me confessam que e muito recompensador!!!

    ResponderExcluir
  5. Que privilegio poder trazer meu relato para esse blog que eu amo tanto. Obrigado pelo carinho mamães do LM!!

    ResponderExcluir

Agradecemos o seu comentário!!