quinta-feira, 28 de junho de 2012

Olha a boca, menina!

Fonte: Google Images
Lá em casa a gente não podia falar palavrão. A gente não podia nem pensar palavrão! Isso deu certo por um bom tempo, até a gente criar asinhas e perceber que falar palavrão era legal, mais do que isso, falar palavrão era libertador!

Lógico que ninguém é Dercy Gonçalves, mas um palavrãozinho pra desestressar vem bem a calhar. No trânsito então? Geeeente, tudo de bom! Por anos eu dirigi boa parte do tempo sozinha, então podia dar um xingão no mané que me cortou na Marginal já que ninguém vai ia nem ouvir pra me criticar. Delícia!

Mas... agora eu tenho um pequeno papagaio que anda comigo pra todo lado e as vezes eu esqueço que esse papagaio além de falante, é muito, mas muito observador. Estávamos eu e minha irmã na lanchonete conversando e tal e ele pra lá e pra cá nas cadeiras. Eu "inocentemente" solto um Ahpapooooha (Beijo @DanieleBt, best expression EVER!) e a criança que aparemente nem prestava atenção na conversa solta prontamente "Ahpapooooha" com sotaque e tudo. Primeiro eu ri até quase deitar no chão, depois voltou-me o juízo e um O-oh me acometeu: não posso valorizar. Não falei nada e deixei pra lá.

Esses dias estava dirigindo e a criança estava aparentemente dormindo quando um zé arruela qualquer fez algo que me desagradou no trânsito e eu prontamente "Seu Filho da Puuu..." antes de eu terminar a frase, Papagaio Dudu completa "dapudaaaaaaaaaa". O-oh. Gelei. "Vamos cantar filho 'O sapo não lava o pé, não lava porque não quer...". Passou, ufa!

Eu quase nunca me esqueço da expressão que crianças são como esponjas. Elas absorvem rapidamente tudo o que não presta ouvem, independente de ser bom ou ruim. Eu preciso me policiar muito com isso, não acho nada engraçado criança falando palavrão, não acho mesmo. Não gosto, acho feio, deselegante, mais do que isso, acho constrangedor pra quem ouve e pros pais da criança mais ainda.

Mas faço mea culpa né e tenho que me policiar pra isso não acontecer mais. Tenho até treinado, chamo de mané, vaca não pode, de anta, de animal... ok, não tô melhorando em nada a minha situação, melhor engolir a seco, né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!!