terça-feira, 6 de março de 2012

Mãe, Profissão: Mãe e dona de casa





Sabe aquela perguntinha de criança "O que vc quer ser quando crescer?". Então, quando eu era muito pequena, eu dizia que queria ser caixa de supermercado. Mas quando cresci um pouquinho, queria ser veterinária e quando cresci bastante, na hora de fazer o que queria, não tive grana. Acabei fazendo faculdade de Biologia.

Adorei o curso, ainda hoje sou apaixonada por tudo o que aprendi mas nunca trabalhei na área. Fui secretária até 1 ano antes de engravidar. Foi quando eu decidi abandonar a minha carreira para ser mãe.

Queria ajeitar minha casa, fazer algumas coisas que precisavam ser feitas para o bebê chegar e assim foi.

Com o resultado positivo do meu exame, eu começava então a exercer uma outra e totalmente nova profissão, a de mãe e dona de casa.

Não é tão fácil quanto parece (ou que deveria ser), a rotina é puxada e, muitas vezes o cansaço é tanto no final do dia que a única coisa que quero ver é a cama!

Ainda assim, é o que eu escolhi fazer, ser responsável pelos cuidados da minha filha nestes primeiros anos de vida, acompanhar o desenvolvimento dela é simplesmente maravilhoso e gratificante.


8 comentários:

  1. Eu hj exerço essa função para a qual nunca me preparei, mas acho que até me saio bem, na medida do possível. Como costumo dizer, a gente trabalha pra caramba. a diferença é só o salário. Nós nunca somos só uma coisa, mas cada um sabe o que escolher para a vida e algumas não tem preço né? Também estudei, exerci, mas não deixei de vez, mas hj não é sonho nem prioridade. Importante é ser feliz né?

    ResponderExcluir
  2. É eu tb fiz essa escolha, larguei tudo e entrei de cabeça, confesso que amoooo acompanhar cada passo das crianças vivenciar a maternidade de perto, foi uma escolha de olhos fechados , não dá pra imaginar oq vem neh?É cansativo? É demais, pq além deles tem casa, comida, roupa e tudo mais...hoje pelo meu cansaço vejo que chegou a hora de cuidar de mim pq eu fiz a escolha de cuidar deles mas esqueci de mim, acho q "errei"nesse ponto,e vamo q vamo....

    ResponderExcluir
  3. Admiro que faz essa opção! E você é uma excelente mãe!
    beijao

    ResponderExcluir
  4. É verdade a gente faz tantas escolhas ate chegar na fase adulta, eu quando pequena queria ser professora, mas sempre quis me casar e ter filhos, gostaria de ter tido 3 filhos...mas o mundo é outro a epoca é outra e decide por 2, ai Deus me deu um calsalzinho...hoje sou como voce dona de casa e mãe em tempo integral, e sei que foi a melhor escolha, não existe coisa melhor do que poder acompanhar todo o desenvolvimento dos nossos filhos...beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Quando criança queremos tantas coisas, crescemos e vamos mudando.
    E ser dona de casa e mãe em tempo integral também é uma escolha feliz!
    Beijos,
    Ana Carolina

    ResponderExcluir
  6. Realmente podia ser tão fácil quanto deveria ser!!

    Mas você faz muito bem a opção que escolheu. É uma ótima mãe pra Anna!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. A rotina de uma dona de casa é super estressante! Não sei se conseguiria!!
    Admiro muito gente como vc que se entrega à família e a casa!!!! Parabéns!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Ser dona de casa é uma profissão ingrata, inglória. Nada fácil. Mas compensa pela proximidade com as crianças. É o nosso salário.

    Bjs

    ResponderExcluir

obrigada pelo comentário!