quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Sobre a maternidade, por Loreta Berezutchi

Hoje o texto é da Loreta Berezutchi.
Ela escreve para o Bagagem de Mãe! Muahhh!





Recebi este convite das meninas lindas do LM para escrever sobre maternidade, uma grande honra mas, um pouco complicado....

Apesar de ter um blog sobre maternidade e viver falando sobre isso, definir o que é maternidade é muito difícil pra mim!

Então, vou tentar ser breve e contar um pouquinho de como a maternidade aconteceu pra mim...

Sabe quando a gente é pequena e as pessoas perguntam: O que você quer ser quando crescer??

Eu sempre respondia: MÃE!! Vou ter um casal de filhos, a menina vai chamar Catarina e o menino Pedro!

Pode parecer besteira mas, juro que é verdade, eu sempre quis um casal de filhos, e sempre tive o nome deles na cabeça, simples assim!

Daí, eu cresci, conheci o maridon, nos casamos e resolvi colocar em prática o meu objetivo: ser mãe.

Pra mim ser mãe era igual comercial de margarina, você casava, engravidava, a barriga crescia, o bebe nascia depois você amamentava linda e sorridente e pronto, certo? Errado!

Eu engravidei logo no primeiro mês de tentativa, daí com o resultado do teste de farmácia já saí por aí contando pra todo mundo, comprando livros sobre bebes e maternidade, comprando roupinhas, redecorando a casa...

Com 03 meses de gravidez eu sofri um aborto espontâneo, eu nunca, nunca tinha ouvido falar sobre isso, não fazia idéia do que estava acontecendo comigo e o pior de tudo foi a forma como tudo aconteceu, estilo drama de novela mexicana com direito a medica me acusando de ter provocado o aborto e tudo mais!

Depois disso, eu caí num poço, fundo e escuro, vazio e sozinha, uma depressão horrível, uma sensação amarga de derrota, quer dizer, tudo o que eu sempre quis ser era MÃE e então, eu não podia?? Como assim??

Com a ajuda do maridon, eu consegui sair deste poço e resolvi tentar de novo, procurei os médicos, fiz um tratamento de reposição hormonal e voltei a acreditar que ia conseguir, engravidei de novo, fui mais cautelosa com a notícia e aos 2 meses de gestação, descobri que estava com uma gravidez ectópica e que estava correndo risco de vida.

Bom, daí você pensa: eu quase morri de depressão, né? Não!

Sabe quando acontece uma coisa ruim com a gente e que quando você imagina ela acontecendo você acha que não vai agüentar mas, quando acontece você reage totalmente diferente??
Então, foi assim que aconteceu comigo! Eu pensei: o fato de não poder engravidar, não quer dizer que eu não possa ser mãe! Vou adotar!

Dei entrada nos papéis de adoção, fiz entrevista no Fórum e estava aguardando e sonhando com este filho que apareceria pra mim quando descobri que estava grávida!

A vida ás vezes, dá umas voltas loucas e nos leva exatamente aonde a gente queria, né?

Passei os 9 meses de gestação com medo de que alguma coisa acontecesse, quando o Pedro nasceu, passou 3 dias na UTI, quase enfartei de novo mas, sobrevivi e então, eu descobri que a maternidade é muito mais do que um sonho.

A maternidade pra mim é uma oportunidade, uma oportunidade de enxergar as coisas sob um novo-velho ponto de vista, aquele em que a gente acredita que as coisas vão dar certo, que as pessoas são boas, que há magia no mundo e que os pequenos gestos são os momentos mais especiais.
Também é uma oportunidade de perceber o quanto você pode ser forte, corajosa, paciente, solidária ou não!

Quando eu já estava acreditando que manjava tudo de ser mãe, e que eu era A super-mãe, me descobri grávida de novo, de quase 3 meses e sem nenhum tratamento ou cuidado maior!
A Catarina veio pra me ensinar outra coisa: não existe guia da maternidade, não tem receita, não há garantias e mesmo que a mãe seja a mesma, os filhos são diferentes, e pra cada um a maternidade é uma!

Hoje eu posso dizer que consegui ser o que sempre quis: MÃE mas, ser mãe me fez querer ser outras coisas, alcançar outras coisas e sempre por eles e para eles!
Todo dia eu acordo agradecendo por ter os dois aqui comigo, na metade do dia eu estou pensando onde é que eu fui me meter e no final do dia estou exausta, feliz e vou dormir com muitas outras coisas novas na cabeça.

A maternidade pra mim é isso: um sonho, uma oportunidade, uma loucura, uma escolha, a minha vida!

19 comentários:

  1. Nossaaa que história linda Loreta!!

    É aquilo neh, a gente pode até desistir de alguns sonhos, mas uma hora ou outra, qdo é pra ser, eles renascem com mais força e nos presenteiam com coisas lindas e maravilhosas!!
    Parabéns pelas crianças, pela sua história!!
    Adorei!

    Beijos, beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua historia!!!
    Nada nessa vida é igual comercial de margarina, maternidade muito menos. Mas sabe que eu acho isso bom?! Porque comercial de margarina é muito chato!!Pedro e Catarina vieram e são lindos!Beijos

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Tathy!

    Adooorei ver participar deste espaço lindo de vcs!
    E e verdade msm, a vida e muuuuuito Mai legal q comercial de margarina, Ne? Rsrsrs

    Bjos!

    Loreta

    ResponderExcluir
  4. Oi Fabi,

    Obrigadaaaa! Acho q e bem isso msm, as vezes, os sonhos nao são na hora exata q a gente quer mas, a gente tem q continuar acreditAndo, Ne?

    Obrigada mesmooooo!

    Bjos!

    Loreta

    ResponderExcluir
  5. Q linda a sua história, Loreta!!!! Adorei ler e saber q vc está feliz!!!!!! Parabéns por sua família, por suas vitórias e conquistas!!!! Tbm amo ser mãe.... :) bj

    ResponderExcluir
  6. Que história linda!!!
    Amei!!!
    Beijos,
    Ana Carolina

    ResponderExcluir
  7. Linda história Loreta! Parabéns pela linda família!

    Beijos e obrigada pela participação!

    ResponderExcluir
  8. Que lindo relato Lo, adorei!
    Vc é uma mãe maravilhosa, nasceu pra maternidade, beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Dessa,

    q bom te ver por aqui!!
    Obrigada!!!
    Ser mãe é tudo mesmo, né? rssrsr

    Bjos! ;*

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana,

    Obrigada! Acho que no fundo todas as histórias de maternidade são lindas, né?
    É tanta entrega, tanta coragem, tanto amor... hehehe

    Bjos! ;*

    ResponderExcluir
  11. Obrigadaaaa!!! Agradeço duplamente! Amei participar!

    Bjooo! ;*

    ResponderExcluir
  12. Obrigada, Dina!
    Vcs tb são todas maravilhosas! Poder dividir a maternidade com vcs faz tudo ficar ainda mais gostoso! ;)

    Bjoo! :*

    ResponderExcluir
  13. Amiga que história linda de SUPERAÇÃO, Parabéns!! Não sei o que falar, apenas que fico feliz, que agora sua família está ai completa e que tudo está dando e deu muito certo!
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  14. Que legal saber um pouquinho mais da sua história, adorei! Parabéns pela atitude positiva e pela superação!

    Beijos
    Tati

    ResponderExcluir
  15. Adorei seu depoimento, uma história de superação, de sucesso e que tem tudo para dar certo sempre.
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  16. Obrigada, Fany!
    Acho muito louco como a gente consegue encontrar forças num sei de onde e se reinventar, se redescobrir....

    Bjooo!

    ResponderExcluir
  17. Oi Tati,

    Obrigada!! Hoje olho pra trás e parece q foi bem fácil sabe?
    O importante são as lições q se leva desta vida, né? ;)

    Bjooo!

    ResponderExcluir
  18. Valeu, Cris!!!
    Que tudo de muito certo pra todas nós sempreeee!!! ;)

    Bjooo!

    ResponderExcluir

obrigada pelo comentário!