quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Não basta ser pai...

Já dizia aquela antiga (e sábia) propaganda: “Não basta ser pai, tem que participar”.

Porque sinceramente, a responsabilidade de pai vai muito além de prover o alimento, pagar as contas e brincar uma vez ou outra por 15 minutinhos.

Tá bom que eu entendo que deva ser cansativo trabalhar em DOIS empregos mas, será que a rotina de trabalhar fora, chegar em casa e fazer janta, dar uma ajeitadinha na bagunça, cuidar do filho e ainda do marido, também não é cansativa?

Da mesma forma, e aquela mãe que vive 100% dedicada a sua casa, filhos e marido? Sabe, as vezes não é fácil conviver com Chris, Drew e Tonia, eles me enlouquecem?

Pai também troca fraldas, mesmo aquelas que estão cheias, aquelas que vc fica se perguntando “de onde foi que saiu tudo isto?”. Acho que é uma grande prova de masculinidade, o homem trocar a fralda do filho.
Sair para passear, só pra deixar a mamãe aqui descansar e poder curtir sozinha, sem preocupação, a sua poltrona favorita com suas tartarugas de chocolate, também é uma ótima pedida. Uma ajuda imensa!

Sabe aquele dia que você acorda queria dormir mais 5 minutinhos, porque seus dias foram puxados no escritório? Então, as mães também tem estas vontades. Acordar, ficar na sala ou no quintal brincando com os filhos, para a mãe poder dormir um pouco mais, é digno, é uma demonstração de amor e afeto!

Se oferecer para tirar a mesa do jantar, lavar a louça, colocar a roupa para lavar, não são tarefas que irão te rebaixar, pelo contrário, são tarefas que te farão se sentir útil em casa, que vão ter fazer ter certeza de que a sua presença é extremamente querida, requisitada mas também, útil!

Provas de amor, de carinho podem ser dadas com gestos simples, como o simples fato de compreender quando a esposa está cansada, e só quer se sentar e assistir tranquilamente sua novela!

9 comentários:

  1. Compreensão é muito importante mesmo.
    Ás vezes parece que guardar um sapato no lugar não faz diferença, mas faz sim. 

    ResponderExcluir
  2. Aqui tenho bastante ajuda, mas poderia ter mais. Como foi falado, guardar uma coisa faz muita diferença. As vezes,nem precisa ajudar muito, mas dar valor ao que é feito já motiva. Hj mesmo me questionei se um dia terei férias nessa vida, ainda.

    ResponderExcluir
  3. Aqui tenho bastante ajuda, mas poderia ter mais. Como foi falado, guardar uma coisa faz muita diferença. As vezes,nem precisa ajudar muito, mas dar valor ao que é feito já motiva. Hj mesmo me questionei se um dia terei férias nessa vida, ainda.

    ResponderExcluir
  4. Aqui tenho bastante ajuda, mas poderia ter mais. Como foi falado, guardar uma coisa faz muita diferença. As vezes,nem precisa ajudar muito, mas dar valor ao que é feito já motiva. Hj mesmo me questionei se um dia terei férias nessa vida, ainda.

    ResponderExcluir
  5. Até os 10 meses de vida do pequeno não existia compreensão e ajuda, eu tive DPP e isso só piorou, quando tive uma crise e pedi a separação aí ele começou a ajudar com o bebê porque pra mim não importava a casa, a roupa ou a comida, queria pai por perto mas isso não aconteceu. Hoje em dia, ele troca a fralda sem que eu peça e isso faz uma diferença enorme!

    ResponderExcluir
  6. Uia! Pode desabafar??
    Não, não vou não, mas eu bem queria que o marido desse uma lida no texto de hj.. Eu não trabalho fora, mas fazer o serviço de casa AND cuidar da cria não é nada facil, cansa, estressa, mas só pelo fato de vc poder ver TV durante o dia (como se esse fosse o meu maior sonho) e poder acordar um pouquinho depois das 05h é como se você fosse a pessoa mais descansada do mundo. 
    E na verdade são coisas tão pequenas que eles poderiam fazer pra nos ajudar né? Mas eu ainda tenho esperança!! hahahaha
    Beijos meninas!!

    ResponderExcluir
  7. Eu reclamo de boca cheia, por perto da maioria Ivan é o melhor marido/pai do mundo!!!

    ResponderExcluir
  8. Não basta ser pai. Marido aqui ajuda muito, não posso me queixar. Mas se eu pedir 5 minutinhos pra dormir um pouco ele se ofende todo.... humpf!

    ResponderExcluir
  9. Ah mamãe, a vida é assim.

    Homem precisa ser puxado pelas orelhas, não importa a idade! Iniciativa zero, meu bem!

    ResponderExcluir

Agradecemos o seu comentário!!