quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Uma decisão acertada!



Mady até fazer 1 ano de idade era uma bebezinha bem tranquila, tão boazinha, não tinha tido nem gripe, febre, nada disso, dormia a noite toda, comia bem, era bem esperta, ela continuou sendo uma boa menina, mas nem sempre tão boa, rss....a questão é que na época ela era essa doce bebe e decidimos dar a ela um irmãozinho ou irmãzinha, engravidei e ela estava com 1 ano e 1 mês.


Tive uma gravidez tranquila, o tempo todo coloquei Mady participando das etapas da gravidez, conversava e já chamava pelo irmão..


Ele nasceu, no primeiro momento ela foi bem carinhosa atenciosa até, mas depois veio um ciume tremendo, eu confesso que me desesperei por muitas vezes por não saber como lidar, mas sobre o ciumes eu vou deixar pra outro post!


Agora Mady com 4 anos e 1 mês, Pie com 2 anos e 4meses depois do primeiro ano deles na escolinha e agora tivemos a primeira semana de férias tenho notado algo mais que mágico, sempre foram bastante carinhosos um com outro, sempreee, mas estão numa idade que já entendemos e eles já demonstram melhor, hoje eu vejo que minha decisão em dar um irmão pra Mady foi mais que acertada, se hoje ela não tivesse o irmão dela provavelmente ela estaria numa escolinha integral, lá ela ia brincar de repente nem sentiria falta de ter um companheirinho em casa, mas ela não teria um amor de irmão, eu fico paralisada olhando eles brincar, eles conversam trocam idéias, brincam, um bate palma para o outro, se beijam se abraçam muito, um diz pro outro que ama demais, Pie chama Mady de amor, ela chama ele de meu amor lindo, brincam de casinha, de mamãe e filhinho, de escola, de carrinho, de bola, de bolinha de sabão, tomam banho juntos.


Pie acorda e fica louco pra levar o leite da Mady pra ela lá na cama, ela por sua vez fica ansiosa para que ela acorde logo quando está dormindo, dormem juntos, ficam assistindo filmes e desenhos juntos, um chama o outro pra comer, pra lanchar pra ver algo na sacada ou em qualquer outro lugar, se alguém convida Mady pra ir em algum lugar ela pergunta se Pie pode ir junto, quando um fica doentinho o outro fica preocupado, se um toma injeção o outro fica ali do ladinho compartilhando a dor, enfim, tantas coisas boas que eu fico com meu coração transbordando de orgulho por vê-los crescerem assim tão amigos!


Você pode até pensar: como assim? eles não brigam?


Sim brigam sim, mas brincam mais do que brigam.... sobre as briguinhas de irmão também vou deixar para outro post!


Eu olho pra trás e vejo algumas dificuldades que tive em lidar com os dois ainda menores mas nunca me arrependi da escolha de ter mais de um filho, de dar para minha filha o amigo que ela terá eternamente ao seu lado, que com certeza ela vai poder contar sempre com ele , e se Deus me permitir darei a eles mais um amiguinho(a) um dia.....irmão é o amigo que Deus nos dá sem que possamos escolher, Ele simplesmente manda aquele que ELE escolheu.....









13 comentários:

  1. Q lindo..adorei o texto.. DEUS prepara todas as coisas em nossa vida, e ter um irmão é algo tão lindo quanto ser pai e mãe... com certeza muitas histórias de parceria, amor e cumplicidade esses dois irão construir....
    Agora to esperando ansiosa o posto sobre ciúmes .. em breve quero muito providenciar outro ..rss

    ResponderExcluir
  2. Ler o seu post, me fez ver que devia ter tido outro filho bem antes. 
    Bruninho já vai completar sete anos e não sei se vai brincar tanto assim com a irmã. Acho que não. Mas espero que seja companheiro e muito amigo.
    Ele diz que vai me ajudar a cuidar dela, por enquanto ainda não tem ciúmes e espero que não tenha. 
    Mady e Pie são lindos, muito lindos!
    Parabéns pela família abençoada!

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho medo, de não ser forte, não saber lidar, não consguir. Mas qndo vejo a minha relação com meu irmão (2 anos mais velho) vejo como é importante. Eu me dou bem com os outros mais velhos, mas o mais novo deles é o meu xodó, meu cúmplice, parceiro. Espero realizar esse desejo logo, outro bebe logo e algo que eu quero muito, mas me atormenta tmbm rs

     

    ResponderExcluir
  4. Aqui a história é quase igual e te entendo. Em termos de trabalheira, pode ser bem puxado, no começo, mas é lindo ver a relação entre irmãos.

    ResponderExcluir
  5. é a melhor coisa pra uma mãe ver os irmãos ali juntinhos, amigos....

    ResponderExcluir
  6. Haaa Val, ele vai ser o irmão companheiro amigo vc vai ver, vão brincar sim , imagina Isa com 4 anos ele vai tá com uns 11....vão correr muito ainda juntos!!!
    Obrigada!!! bjuuuu

    ResponderExcluir
  7. rsrsrs...isso providencia mesmo, vc vai ver o qto é maravilhoso curtir a alegria dos filhos brincando juntos, sendo amigos...

    ResponderExcluir
  8. é legal que vc construiu essa relação entre eles, sem privilegiar um ou outro, por isso eles são assim! parabéns linda!

    ResponderExcluir
  9. Lindo post. também não me arrependo de ter dado uma irmã para Anna!

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. É o que eu digo sobre as crianças aqui em casa: 3 dão muito trabalho, mas 1 não teria a mesma graça! É muito lindo ver as crianças interagindo, se defendendo, se ajudando, trocando carinhos e até mesmo brigando, demosntrando suas personalidades, gostos e carências.
    Eu fui filha única por 8 anos e depois minha mãe teve 2 meninos bem pertinho um do outro, cresci sem irmãos pra brincar, me tornei adulta sem irmãos para compartilhar nada. Acho muito bom que minhas meninas tenham umas às outras.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. é isso, dá um prazer em ver q akela amizade vai longe neh????
    Ainda vou ter mais 1!!rs

    bjuuus obrigada

    ResponderExcluir

Agradecemos o seu comentário!!