quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mãe é mãe, pai é pai e ___________

            Em respeito as leitoras não continuarei a famigerada música. Mas ela tem toda uma verdade. 
            Mãe é mãe, ela que sabe resolver grande parte dos assuntos relacionados ao filho e os pais mesmo ajudando, eles são mais a parte divertida da história.
           Não adianta falar que pai ajuda em tudo, pq não é bem por aí. Ele ajuda sim e muito, mas ás vezes ele muito atrapalha.
            A presença do pai ás vezes já é um grande entrevero familiar. O bebê chora, você não consegue descobrir o motivo do choro, o pai levanta da cama para ver o que é e solta a célebre frase:

- Quer ajuda?


            A vontade de responder é:


- Devolve agora!!! Veio com defeito!


            Mas você docemente responde:


- Não querido, pode deixar.


            Paizão volta para cama todo lindo e volta a dormir. Tempos depois o choro não passa, e ele volta:


- Tá tudo bem por aqui?


            Novamente a resposta que vem a língua é uma:


- Se tivesse bem você acha que eu estaria aqui?


            E a que você diz é outra:


- Tá sim.


           Ou no ápice do desespero:


- Fica um pouco para eu ir ao banheiro?


           Você vai ao banheiro e naquele seu momento relax (???), depois de apenas dois minutos, um toque desesperado na porta:


- Ajuda aqui.
- O que foi?
- Eu acho que tem um problema com o bebê?
- Qual problema?
- Ele não para de chorar!

            Escreva na próxima linha todos os palavrões que você pensa neste momento:

_____________________________________________________________________


            Agora sua resposta ao paizão do ano é:


- Deixa comigo.


           Passado algum tempo, horas, quem sabe, você finalmente consegue fazer seu bebezinho dormir e quando chega na cama, maridão ronca, está espalhado pela cama. Você dá aquela empurradinha básica nele para o canto e dorme o sono dos justos.
           No outro dia, você acorda mais cedo, vai preparar o café da manhã, tipo aqueles de comercial de margarina ou de suco de soja e o querido chega:

- Noite difícil essa né? Quase não dormi.
           Desenhe sua feição no espaço abaixo, se preferir, escreva alguma coisa que represente o momento:









           Mas calma querida leitora, não se preocupe, isso logo passa. (Só queria saber quando!!!)

27 comentários:

  1. HAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHA

    Olha, aqui meio que tive sorte (Oi?)
    Alê só não me ajudava no começo, na hora de amamentar, pq neh? Não tinha mto no que ajudar mesmo, mas incentivava.
    Qdo começaram as cólicas, ele colocava ela barriga com barriga nele, e inacreditávelmente ela ficava mais calma, e chorava menos, foi assim por 3 meses seguidos.
    A bichinha chorava, eu tentava acalmar sem sucesso, ele vinha e resolvia o problema.
    Hoje em dia com ela já ¨marmanjinha¨ tem dias que é só comigo mesmo, tem dias que ele deita, vira e dorme sem o menor remorso!
    Grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

    Uma dia passar, qd Sofia tiver 40 anos passa, certeza!

    ResponderExcluir
  2. MUITO BOM!!!!!!!!!!!!!!
    É bem assim mesmo... "quase não dormi" é boa... eles "nunca dormem bem" mesmo que cada vez que a gente abra o olho pra ver se tá tudo bem, eles continuam roncando esparramados na cama. hahaha

    E as partes do post com espaço pra completar (e desenhar)... ainda bem que não dá pra fazer isso facilmente, senão ia virar uma loucura esse texto!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Kkkkk ooootimo!!!
    Aqui eu nunca esperei que o marido ajudasse, afinal, ele nunca ajudou em nada, não era por causa do João Pedro que ele ia ajudar né??
    Daí que quando o João Pedro era bebezinho ele chorava muito, mas muito mesmo e todo mundo fazia ele parar, menos o marido, era incrível, parecia até que o João Pedro não gostava dele. Hoje não, hoje o marido fica com o JP quando eu preciso sair, mas não pode ser uma saída de mais de 2 horas, rs...
    Mas é aquela coisa né? Amor, faz uma mamadeira enquanto eu troco a fralda? Daí eu já troquei a fralda, o João Pedro já ta quase enchendo a outra e nada da mamadeira chegar. Ou então, mor, troca a fralda dele que eu vou pendurar a roupa? Ahh, mas eu não sei trocar se ele tiver com coco. Mas ele não tá, é só xixi.  Daí você estende uma máquina cheia de roupa e o pai ainda não trocou a criança...
    Por essas e outras eu prefiro fazer a mamadeira antes de ir trocar, ou estender a roupa depois, enfim, eu acabei deixando de pedir ajuda pra não me irritar, sabe?
    Quando rola o bailão do JP a noite eu nunca chamo o marido, porque ele acorda cedo pra trabalhar e eu não, então não me sinto no direito de  acordá-lo e também quando ele vai ele não resolve o problema, ele traz pra nossa cama e a criança perturba quem?? Ele que não é né??
    Enfim, desculpem, escrevi um livro, desabafei um monte, quem vê pensa que vivo em pé de guerra com o marido né?  hahahaha
    Ahh, ninguém mandou vcs perguntarem vai??

    ResponderExcluir
  4. Hahahahaha eu ri.

    Graças a Deus o Ju me ajuda muitoooooo, qntas vezes eu fiquei dormindo e ele deu conta do recado, tive sorte!!!!

    ResponderExcluir
  5. O Fábio ajudava e ajudava muito! Mas ele já fez dessa de dormir e depois falar que não dormiu nada... ódeo!
    Mas é normal...

    ResponderExcluir
  6. Meu marido ajuda com o João Pedro (nome lindo, né?), mas não é a mesma coisa q eu. 
    Posso sair que ele fica numa boa, mas quando eu chego fico horrorizada como uma pessoa consegue ficar tão cansada com pouco tempo com o pequeno.
    Pode escrever a vontade!

    ResponderExcluir
  7. Eu já imagino o que eu desenharia, pq tem dias que não é fácil!

    ResponderExcluir
  8. Só passa depois dos 40, quando eles começam a sair para balada.... kkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Realmente soubemos escolher bem o nome dos nossos filhos! E como se não bastasse o nome, os dois são lindíssimos!

    ResponderExcluir
  10. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAAHA
    Ri muito!
    Essa do quase não dormi é um clássico!Hugo ajuda sim, mas tem horas que a presença mais atrapalha que ajuda. Se ele chega e eu tô pondo ela pra dormir esquece, ela não vai dormir mais!

    ResponderExcluir
  11. Sei bem como é, tenho uma espécie dessas em casa. Aquela noite que vc passa em claro acalmando filho e ele fica roncando e ainda diz que não dormiu nada. E no dia seguinte levanto pra trabalhar cheia de corretivo nas olheiras.

    ResponderExcluir
  12. O Edu me ajudou mais qdo tive a Mady rsss, mas ainda ajuda menos, mas ajuda...rsrrs
    é isso mesmo mãe é mãe, tem coisas que pra sempre só nós vamos fazer!!!
    Adorei
    bjuu

    ResponderExcluir
  13. Tem horas que o melhor é nem tentar ajudar...

    ResponderExcluir
  14. Cara amiga... só uma coisa para descrever esses momentos.. É foda ! rss

    Aqui em casa é a mesma coisa, marido sempre conta vantagem .. mas trocar fralda nada!  Dar comida para criança nem pensar!... fazer dormir nunca... 

    qd passa hein ?

    ResponderExcluir
  15. Ontem dormi no quarto do meu filho, esmagada num cama de solteira com um bebe espacoso de 18m. meu marido dormiu na king size , no quarto, com ar . hoje acordei e disse "estou quebrada" e ele responde "eu tambem, depois que Zack acordou as 3am nao consegui voltar a dormir". Era pra estrangular, ne ??? AFFFHHHHH

    ResponderExcluir
  16. HAHAHHA acontece mesmo... hahaha
    o pior é quando o pai ate se levanta antes de vc para consolar o bebe mas o bebe nao pára e aí vc vai (pq nao aguenta mais o choro) e é só vc pegar no colo e.... SILENCIO!!
    ou seja, o bebe QUER a mãe! heheh
    eu me apeguei a isso: tudo é fase e tudo passa! AMEM!

    ResponderExcluir
  17. Vem cá, quando foi que você dormiu com meu marido, hein??? :-)
    Hahahahaha, é o modus operandi TODO dele!

    ResponderExcluir
  18. kkkkkkkkk
    Mas ainda falta alguns complementos à essa história, tipo, o bebê passa o dia ou chorando, ou agarrado à sua teta. À tardinha você dá aquele banho morno, gostosinho, dá um mamazinho e o bebê tá todo molinho, quase dormindo. Eis que nesse momento crucial, chega o papai. E faz aquela festa para o bebê que ele não viu o dia inteiro porque estava no trabalho. O bebê se ascende, brinca um tanto com o papai, que log entrega ele pra você dizendo que precisa descansar porque teve um dia cheio. Ao invés daquele bebê molinho, quase dormindo, te entrega um bebê todo aceso, ligado em 220V. E vc, mesmo tendo vontade de por veneno de rato na janta do miserável, faz aquela cara de esposa perfeita e resignada parte para outra noite daquelas... FIM!

    ResponderExcluir
  19. Complemento ao texto perfeito e real!

    Beijos,
    Ana Carolina

    ResponderExcluir
  20. bem isso mesmo,e o pior que tem alguns que acham que a gente em casa não faz nada rsrsrs...pq está cansada?mas eles nem incomodam..oi?passe o dia fazendo tudo e cuidando deles e veras! e quando bebê? como a tuka comentou,cansada da uma banho o bb dorme e vem o pai e...quer brincar com ele e depois sai de fininho deixando ele ligadão!

    ResponderExcluir
  21. Aqui em casa é ao contrário enquanto durmo, meu marido pega o bebe faz a mamadeira e ainda troca a fralda da madrugada, as vezes nem escuto ele chorar... No outro dia ele acorda e diz: Nossa essa noite foi foda ( me desculpem, mas é sempre a palavra q ele usa) ele acordou duas vezes pra mamar. E eu: Sériio?? Não vi nada, apaguei, foi mal!!

    ResponderExcluir

obrigada pelo comentário!