Loucura Materna

terça-feira, 18 de junho de 2019

Ações Sociais


Já a um tempo tenho pensado em como ensinar a MiMi a pensar no próximo, fazer a diferença.

Fazemos parte de uma família que faz todo tipo de voluntariado, ações e ajudas. Meus avós de 90 anos são voluntários no envelopamento de Pão Diário ( devocional cristão ), meus pais fazem
Parte de um OnG ( Nação Brasil) que vai até comunidades distantes da capital e reformam escolas e dão um up na igreja que está recebendo os voluntários e o pai da MiMi é diretor em um ONG que atua em presídios. Então fazer a diferença ao próximo faz parte da família.

Procurei por muito tempo algo que pudesse envolver ela. Pensa na minha felicidade quando um
amigo me apresentou A TAMPINHA SOLIDÁRIA 

Nessa ação, juntamos tampinhas plásticas que vão para um casa de idosos carentes, eles vendem essas tampas e compram fraldas geriátricas! 

Tampas plásticas! Não é bárbaro?! E tão simples! Com isso ela contou para os amigos do colégio e seus familiares assim ela volta todo dia com pacotinhos de tampinhas. Mobilizamos o nosso condomínio e vira e mexe tem uma sacolinha pendurada em nossa porta, a família toda tem um montinho de tampas para entregar pra ela, minha irmã colocou a empresa pra arrecadar... uma super corrente em prol do Recanto Tarumã ( instituição que recebe ) 

Por que estou contando isso?! Pra te inspirar, quem sabe recolher caixas de leite para o projeto que faz isolamento em casas simples, ou tampinhas pra ONGs que castram animais de rua, ou lacres para ONGs  que reverem esse produto em cadeiras de roda... procure aí perto, pelo Face e pelas comunidades em sua volta! 

Envolver os pequenos desde bem cedo ajuda a criar adultos muito mais sensíveis ao próximo! Vai por mim ;) 


sábado, 2 de fevereiro de 2019

7 doenças que podem atrapalhar as férias das crianças


Resultado de imagem para kids summer
Que criança fica mesmo doente, você já sabe. Mas, especialmente no verão, algumas enfermidades podem aparecer com mais freqüência e atrapalhar as férias da família. Veja quais são as doenças mais comuns e como manter seu filho bem longe delas. 

Exposição ao sol com queimaduras / Insolação 
As crianças de até 1 ano estão proibidas de tomar sol entre 10h e 16h, pois a pele do bebê está imatura e pode sofrer ainda mais danos com o sol. Depois dessa idade, a recomendação permanece. E sempre com protetor solar. Ele deve ser reaplicado a cada 2 horas e, nas crianças, os pais devem usar pelo menos fator 50. Bonés, chapéus e camisetas também ajudam a proteger os pequenos. Os sinais de insolação são pele muito vermelha e quente, dor de cabeça e desânimo. Para evitar que isso aconteça, além de não expor demais a criança ao sol, é preciso cuidar para que ela esteja bastante hidratada. Use água, sucos e água de coco, por exemplo. 

Postagens mais visitadas